Cuckold ou Ménage masculino?




É muito comum a confusão entre Cuckold e Ménage masculino. De fato, em ambos os fetiches, existe oportunidade de um homem de fora ter relação com a esposa do casal. Mas, as semelhanças entre os dois terminam por aí. 

      A falta de informação sobre esse assunto costuma gerar mal entendidos ou erro de abordagem entre pessoas do meio liberal. Daí, a importância em definir mais precisamente os dois rótulos. É claro que em qualquer fetiche o nível de profundidade com que o casal se envolve varia muito. Mas, mesmo assim, seja qual for o grau de envolvimento, um casal Cuckold não deve ser confundido com um outro praticante de Ménage masculino.

      A diferença fundamental entre os dois consiste na típica presença do prazer associado à submissão e a humilhação do casal Cuckold. Participando ou não, o marido Cuckold tem uma predileção por apreciar o prazer de sua esposa com outro homem, que o tira da posição de protagonista e responsável principal pelo prazer sexual de sua mulher. 

     No ménage, não existe esse prazer na submissão e nem a humilhação. O que existe é o prazer em poder compartilhar a esposa com mais um homem, ambos no mesmo nível de hierarquia e portanto, sem submissão.
    Outra diferença é o ciúme. De uma forma em geral, no Ménage, o marido busca controlar seu ciúme, como um impulso natural que pode prejudicar a realização do fetiche. O marido abre a mente, deixa o ciume de lado e se concentra no fetiche.
     Já no Cuckold, o ciúme tem efeito reverso. Ou seja, quando maior for o ciúme mais excitação nos participantes. Há esposas que provocam o ciúme do marido durante o ato de forma proposital, a fim de melhorar o efeito reverso. 


        No Ménage, como não existe hierarquia entre marido e convidado, para alguns homens mais héteros, é comum haver um certo constrangimento inicial entre o contato ocasional entre os homens. Sempre vai existir aquela dúvida se o convidado beijaria ou não a esposa na boca logo depois dela ter feito oral no marido... e vice e versa. Essas dúvidas só não existem quando o Ménage é feito com homens bissexuais assumidos.
        No Cuckold, essas definições são mais claras. Tudo de "pior" para o marido. Então, a esposa poderá fazer oral no comedor e beijar sim o marido logo em seguida. E nunca o inverso, já que a postura do comedor é mais de homem e o marido é mais submisso, aceita isso e até gosta.
      Infelizmente, a confusão feita pelas pessoas na hora de anunciar seus desejos é na hora de abordar outras pessoas, costuma gerar situações desconfortáveis, como a de chamar um marido adepto do Ménage masculino de "corno manso" e a esposa de "putinha" ou "cadelinha". 

      Esses mesmos termos, que na grande maioria dos casais Cuckold são não apenas bem aceitos, como até desejados, no caso dos casais adeptos do Ménage masculino, costumam causar repúdio imediato. A humilhação não gera prazer nessas pessoas, pelo contrário.

Gametas Cuckold

                                                              Gametas Ménage Masculino

     Os singles ou homens interessados em se relacionar com casais liberais, costumam ficar meio perdidos, sem saber se podem ou não se impor hierarquicamente ao marido. Se podem ou não imprimir uma postura de dominação e humilhação, ou se ao contrário, a abordagem precisaria ser mais respeitosa.

     Pra piorar a dúvida que já é grande por parte dos singles, muitos são os casais que confundem os dois institutos e se assumem como adeptos de Ménage masculino, quando na verdade são Cuckold. 
Algumas vezes, essa confusão é proposital, a fim de diminuir a vergonha de ser Cuckold. Ou se fazer entender com mais facilidade, pois a grande maioria das pessoas não sabem o que é Cuckold. 

    De qualquer forma, enquanto essa questão permanecer nebulosa, muitas pessoas continuarão entrando em conflito e choque durante as abordagens no meio liberal. Esperamos que esse texto facilite a diferenciação entre os dois fetiches e permitam guiar melhor sua busca e o seu entendimento sobre o que de fato você curte.

Comentários

Postagens mais visitadas