Meu patrão safado e dotado comeu minha esposa Escrito por ksaltopsc

             Olá somos o KASAL TOP SC,  somos de Camboriú-SC, como vocês sabem somos um casal jovem e bonito, e estamos no meio a 7 anos, mas somos super discretos, ELA LOIRA OLHOS VERDES 171 DE ALTURA 52 KG, corpo tipo menininha, tipo mulher europeia, alta pele e olhos claros.

Na época eu trabalha como representante comercial, e meu patrão vinha a cada 45 dias, para ver como anda as coisa, e também para visitar os seus clientes, ele meu patrão era um coroa, mas muito bem cuidado, pele e olhos claro de origem italiana.
Ele cuidava muito do seu corpo, corria e tal fazia exercícios ,e era muito, mas muito, safado, tarado, por mulheres casadas, ele dizia que as casadas eram boas, porque não pegava no pé, já que ele era casado, quando meu patrão vinha a nossa cidade.
Muitas vezes eu tinha que viajar com ele, para visitar os clientes, juntamente com ele, então nos ficávamos ate 15 dias na estrada, eu via como ele era safado, ele dizia na minha cara, que minha esposa era muito gata e gostosa, e que apesar de ser.
Quietinha ela tinha o maior jeito de mulher de CORNO que adorava levar vara de outro homem, que tinha vontade de comer ela, se eu tinha coragem de deixa ele comer ela, esse tipo de assunto vinha a tona porque além de meu patrão ele era também um amigo.
E conversávamos de tudo, e ele dizia que sempre saia com casais, eu ficava quieto, não dizia nada, meu patrão dizia você tem uma cara de CORNO MANSO, conheço um CORNO de longe, no assunto CORNO sei e conhece um CORNO, um dia no hotel onde estávamos ele saiu pelado do banho, ele saiu e disse olha aqui CORNO u que eu.
Tenho pra sua putinha, quando eu olhei tomei um susto, vi o pau dele duro como um ferro, sou (HOMEM E CURTO MULHER E NÃO CURTO HOMENS) mas digo que nunca vi uma ROLA, PAU, PIROCA, MASTRO, tão lindo como o do meu patrão, era de dar inveja, um coroa com uma rola.
Daquela, 22CM PARA MAS, GRANDE, GROSSA, BRANCA, CABEÇA ERA GRANDE E GROSSA E CHEIO DE VEIAS, AS BOLAS ROSAS, ele ficou punhetando aquela bela rola na minha frente e dizendo, gostou da minha rola, será que sua mulher vai gostar, e muito mas pau que este
Seu, sua mulher e muito gostosa, deve levar rola de verdade, seu CORNO, e em todas as oportunidades, na frente dos amigos dele dos clientes dele, o meu patrão tinha gosto de me humilhar, dizia, ele e CORNO, esse CORNO tem uma mulher gostosa, essas coisas.
Com minha esposa ele ficava de gracinha, quando ele tinha a oportunidade ele dizia nossa como você esta gostosa, ficava com brincadeirinhas, ele dizia olha mas seu marido não tem uma cara de CORNO, olha isso que cara de CORNO, minha mulher dizia tem sim.
Uma cara de CORNO mesmo, meu patrão falava, ate sua mulher diz que você tem cara de CORNO, um dia disse para minha esposa, que vi a rola do meu patrão, e que era bem grande, descrevi certinho como era a rola dele ela ficou louca de curiosidade.
Também falei que ele adorava me humilha na frente dos clientes dele, me chamando de CORNO, e quando estávamos a sós, ele dizia que iria meter a rola em você, que era só pra marca um dia, ele dizia isso sempre, que estávamos sós, ele dizia e ai CORNO quando vai. Ajeita pra mim comer sua puta, ela ficou bem curiosa, porque ela adora homens bem dotado, mas eu não disse nada sobre ela dar pra ele ou algo assim, notei que minha esposa ficou bem mas chegada do meu patrão os dois agora estavam bem safadinhos.
E descarados, no quesito me humilhar, os dois só me tratava de CORNO, minha esposa começava a dar mas liberdade para ele, as vez ele passava a mão na bunda dela e tal essas coisas, um dia a noite ele me liga, e diz.
ACABEI DE CHEGAR AGORA EM CAMBORIÚ, SERA QUE TEM COMO VOCÊ VIR ATE O HOTEL, PARA TE REPASSAR UMAS COISAS,PORQUE AMANHA BEM CEDO VOU TER QUE VIAJAR, isso era perto das 23 HORAS eu disse sim claro, logo chego ai, eu e minha esposa estávamos arrumados pois era verão. E nos íamos sair dar uma volta, e depois nos iriamos em um clube de Swing aqui da cidade, então ela estava vestida para ocasião, linda com micro vestido verde um alto, cabelo rabo de cavalo, linda e gostosa, nos íamos dar uma volta na cidade.
Porque eu adoro exibir minha gata, mas antes teria que passar no hotel, onde meu patrão estava, chegando lá subimos ate sua suíte, notei que ele estava deitado e com um lençol por cima dele, ele me disse estar meio doente e cansado da viajem.Notei que tinha barulho de água, o chuveiro estava ligado, e perguntei, tem gente aqui com você, ele disse sim, meu sobrinho veio comigo, porque estou meio ruim, e também tem muito trabalho e não estou legal, eu disse bacana melhor assim que sozinho ele riu.
Então ele disse, será que você não poderia ir ate o estacionamento e pega a minha pasta, as coisas que tenho que lhe dar estão lá, eu disse sim claro, eu fui, minha esposa ficara no hotel conversando com ele, o estacionamento do hotel estava cheio, e o carro estava.
Em um outro estacionamento que o hotel tinha alugado, era um pouco longe, dava uns 10 a 15 minutos, peguei a pasta e voltei para o hotel, quando cheguei, na suíte percebi que a porta estava encostada da mesmo forma de quando sai, eu ouvi uns gemidos e rizadas, dai fui entrando sem fazer barulho, pra minha surpresa.
Estava ali minha esposa, mamando a rola do sobrinho do meu patrão, vamos chamar ele de antônio, era um jovem de uns 20 anos, ele dizia tio, bem que o senhor falou, que ela era gata quando olhei para o lado, meu patrão saiu pelado.
Com aquele mastro descomunal, minha mulher disse, bem que meu marido disse que você tinha um belo pau, e grande, grosso do jeito que gosto, sua rola e linda, ele disse um então o CORNO do seu marido falou da minha rola pra você.
ela disse, falou sim, ele ficou empinotizado com sua rola, fiquei curiosa desde o dia que ele me falou da sua rola, então meu patrão falou, sabia que você era uma putinha casada, e que adora rola agora vou te dar rola de verdade, vem aqui sua putinha.
Antonio se levantou e também tive uma surpresa, ele também era bem dotado, devia ter uns 20cm de rola grande e grossa, meu patrão fazia minha esposinha engasgar, ele dizia vai putinha, engole tudo, ela engasgava, ele dizia vai, o que foi.
Nunca viu uma rola de verdade, seu corno não tem rola, vai mama nessa rola, minha esposa mamava como uma louca, babava na rola no meu patrão, batia com a rola no rosto, e dizia delicia, isso que e rola de verdade, não aquilo que tenho em casa.
Meu patrão falava, nunca me engano quando vejo uma puta e um corno, desde o começo eu sabia que você era puta, e enquanto antônio batia punheta, e eu bem escondido, só vendo e ouvindo, aquilo tudo, meu pau latejava, como eu desejava ver ela dando pro meu.
Patrão, desde do dia em eu que a rola dele, fiquei louco com vontade de ver aquele mastros, dentro da minhas esposinha linda e agora em vez de um, tem dois roludos pra ela, meu patrão foi colocando aos poucos na minha esposa, ele dizia, nossa que buceta apertada.
Esse CORNO do seu marido não tem comido, ela disse tem comido sim, meu patrão falou, poxa além de CORNO tem a rola pequena, como sua buceta e a apertada, ela pedia pra ele colocar bem devagar porque estava doendo, eu via as expressões do rosto dela, era.
Um misto de dor com tesão, tinha um espelho ao lado, ela sempre olhava pra ver se tinha entrado tudo, mas não tinha ido nem a metade, então meu patrão começo a humilhar minha esposa com palavras, vai cadelinha abre essa porra dessa buceta.
Vou te arrombar todinha, vou te deixa bem larguinha, pro CORNO do seu marido, que deve estar chegando, e quando corno chegar, só quero ver a cara dele, vendo minha rola toda dentro de você, vai putinha, sei que você aguenta tudo dentro de você. Putinha safada, você acha que eu não iria te comer, estava bem enganada, veio aqui vestida assim, como uma puta com esse vestidinho sem calcinha, toda toda, e acho o que, ela dizia vai mete, mete gostoso essa rola, quando vi já estava tudo dentro.
Dela, aquela rola grande, grossa, cheio de veias e com aquela cabeça rosa gigante, que vi no hotel aquele dia, estava tudo dentro da bucetinha da minha esposa, as bolas rosa batiam no seu rabo, ela gemia gostosa era lindo de ver e ouvir.
De repente antônio entrou em cena, e colocou o seu mastro na boca da linda esposa,que agora tem os gemidos abafado por conta da rola de antônio, estar sua boca, e meu patrão bombava gostoso, forte e sem do, do jeito que minha esposa agosta, ela só dizia isso.
Forte, forte, mete, mete não para, soca soca ate o fundo, isso sem do, caralhoooo, uuuii delicia, caralho que rola gostosa, tudo dentro de mim, ela dizia mas, cadê o corno que não voltou, quero que ele veja eu sendo arrombada por uma rola de.
Verdade soca, soca, vai, vai, não para, antônio disse tio essa e puta mesmo, neste momento eu já tinha gozado, e já estava com o meu pauzinho, duro novamente, foi quando ela minha esposa disse, que queria sentir os dois, quero os dois, quero ficar bem larguinha, Meu patrão disse Antônio vamos dar uma surra de rola nessa puta hoje, Antônio mas o marido dela chegar, meu patrão disse, você acha que já não deu tempo dele voltar, Antônio disse sim, já era pra ele ter voltado, então meu patrão disse ele e corno.
E os corno fazem assim, saem dão uma desculpa de fazer alguma coisa, e deixa a esposa puta para comedores, ele sabe que estamos aqui comendo ela, ele só não quer estar aqui, se ele chegar, e bem provável, que vai ser no final da foda ou vai se esconder.
Pra ficar olhando a esposa ser arrombada, minha esposa então abril o jogo e bem isso mesmo, fica tranquilo, meu marido e um CORNO MANSO, e adora me ver ou saber que eu dei para outros machos, e isso mesmo que ele faz, meu patrão rui, e disse eu sabia.Que vocês eram liberais, porque aquele CORNO não me falou antes, e me fez esperar todo esse tempo, dai meu patrão disse, agora vamos te fuder todinha sua puta, putinha loira, hoje você vai ganhar rolas grande, vamos deixa você toda arrombada que amanha você.
Não vai conseguir nem caminhar, os dois começaram a fude-la, que delicia ver tudo aquilo eu estava quase explodindo, estava louco de tesão, hora um socava nela hora outro, eles revezavam, quando um socava o outro colocava ela pra mamar.
Ate que tive uma surpresa, ela queria os dois dentro dela, ela disse quero sentir as duas rolas dentro de mim, só não sei se vou aguentar, pensei não acredito, vão machucar ela, e muita rola são muito grande e grossa, ela se deito, ela queria as duas rolas.
Na buceta, e não no cuzinho, se ajeitarão e foram colocando, não tinha como eu ver as expressões do rosto dela, mas ouvia os gemidos, ela lindo, ela dizia, vai devagar, na hora que as duas rolas estava entro, ela disse, fiquem parados quero sentir esses. Dois mastros dentro de mim, coloca soca bem no fundo e fiquem parados, ela dizia nossa que delicia, sentir duas rolas de verdade dentro de mim, que delicia sinto elas pulsarem aqui dentro, dai depois de um tempo de os três ficarem calados e parados.Os roludos começaram a socar sorte, em um compasso de ritmo, eles socam forte ate o fundo dava pra ouvir, ela dizia isso mesmo assim mesmo que eu gosto, forte fundo, macho de verdade mete assim mesmo, isso forte e fundo, adoro, delicia de foda.
Antonio dizia, e tio a putinha aguenta rola mesmo, se ela passar no teste, vai ganhar um novo nome, vai se chamar derrubadora de rolas, ate agora ela esta se saindo muito bem, essa puta ai Antonio adora rola, e vamos dar rola pra ela, minha esposa gemia gostoso.
Logo Antônio gozou, e foi tomar um banho, dai ficou só os dois metendo, meu patrão fazia carinhos na minha esposa, Antonio logo voltou, e viu minha esposa de quatro, na cama mamando seu tio,e le ficou louco e disse o tio nunca tinha comido uma loira de verdade.
loira mesmo, foi a primeira vez, dai minha esposa disse gostou, ele sim adorei, e nisso minha esposa estava de quatro na cama mamando Meu patrão e Antonio estava sentado em uma poltrona atrás da minha esposa, então Antonio disse, tio, mas. Como ela tem um cuzinho e lindo, tio essa pele branca e a bordinha do cuzinho rosa bem clarinho, que lindo, dai minha esposa mamando meu patrão riu e mexeu a cintura, tipo oferecendo seu cuzinho pra Antonio, ele disse tio preciso ver olhar essa coisa linda.
Mas de perto, Antonio se pós atrás da minha esposa, e começo a chupar o cuzinho dela, ela rebolava na cara de Antonio, e gemia, e dizia uiii que delicia, nossa que língua quente, delicia, nossa tarado esta fodendo meu cuzinho com a língua.
Logo Antonio quis soca no cu da minha esposa, ela prontamente negou e disse, no cuzinho não, o cuzinho e só do meu corninho, só ele come, isso me deu uma alegria, na hora que falou, mas os dois insistiam e insistiam, e nisso os dois estava chupando.
O cu da minha esposa, um abria pro outro chupa o cu dela, uma hora um outrora outro, ela gemia gostoso, ela adora que chupe o cuzinho dela, ela adora carinho no seu cuzinho, eles passaram um creme e começaram a colocar o dedo, ela brigou e disse dedo não.
Eu gosto e de rola, mas no cu não, o cu e do corno, então, eles ficaram fodendo o cuzinho dela por um certo tempo, minha esposa e muito sensível a toque, que logo fica louca, molhada, e gemi gostoso, os dois ficavam fodendo o cuzinho dela com a língua.
E deixaram ela louca, Ate que meu patrão, passou o creme na sua rola e foi colocando no rabinho da minha esposa, ela disse não, não, eu disse que o rabinho e do corno, não, não, meu patrão disse cala boca puta, aqui você não tem escolha.
Você ta com o seu rabinho escorrendo de tesão, seu rabo esta implorando por rola, sua puta, vamos soca nessa rabo, ela riu e disse e muito grande não vou conseguir, eles falarão, vai sim de vagar vai sim, você e puta derrubadora de rolas.
Isso não e nada pra você, ela fazia charminho, ai não, não ,não tadinho do meu rabinho, só o corninho que come, falava com voz de putinha sabe implorando, por rola logo, pensei caralho, ela vai aguentar, então meu chefe começou a colocar aquela cabeça rosa.
Aos poucos, ele reclamava que estava doendo, para, para ta doendo, aiii, aiii, para. por favor, para, caralho e muito grosso, aii meu cu caralho, você vai me rasgar toda, meu patrão falou calma putinha não e tão grande assim, logo vai entra relaxa.
Ai meu cu ela dizia, meu patrão falava, Antonio que cu gostoso, apetado mas gostos, estou colocando aos poucos, estou sentindo as pregas do rabo se abrir toda, esse cu parece ser guloso, as bregas estão se abrindo, a cabeça já entrou toda.
Que delicia, de cu apertado, minha mulher gemia, e gritava, caralho, ai meu cu, você esta rasgando ele todinho, aiii, doi, ela chorava,por favor tira, tira, esta doendo, gemia e chorava, meu patrão, dizia tirar não, não vou tirar sua puta, cadela.
Sabe porque esta doendo tanto, e porque seu cu, seu rabo, já engoliu todo meu pau, que cu guloso, engoliu tudinho, que delicia, fica parada, minha esposa ficou quieta, meu patrão parou um pouco, ate o cu dela se acostumar com aquele mega mastro.
Depois de um tempo ele começou um vai e vem de leve e devagar, minha esposa ao poucos começou a sentir prazer e a gemer, e meu patrão vendo isso, começou aumentar o ritmo e estocar com mas forca, minha esposa começou a gemer mas alto.
Ate que o seu rabo acostumou com aquele mastro em seu rabo, ela gemia gostoso e dizia, nossa como e diferente ter uma rola desta dentro do rabo, caralho soca fundo soca, meu patrão dizia, e puta sabia que você iria comer todo meu pau com seu rabo.
Olha só que delicia de cu, olha aqui Antonio olha só, ele de rosa esta todo vermelho, eu via ele tirar e colocar todo a rola em seu rabo, ela delirava delicia coloca fundo fundo isso, não para que delicia de rola, isso que e rola de verdade caralho. Por isso que adoro ser puta, porque adoro rola, sou puta mesmo, e adoro uma rola, sou puta mesmo e não nego, tive uma surpresa maior ainda, quando ela chamou Antonio, disse vem gostoso, deixa eu ver essa rola, ela disse delicia de rola você tem, vem cá.
Pediu pra Antonio se deita e veio por cima dele, e colocou sua rola, na buceta, e mandou meu patrão colocar em seu cu novamente,nossa fiquei de cara quando vi ela em uma DP, deliciosa com os dois roludos, as duas rolas agora dentro dela.
Ela dizia, viu como adoro rolas, sou puta mesmo e adoro rola, o corno do meu marido não pode fazer nada, ele que me apoiou, e pediu, agora, conheci outras rolas, e adorei e virei puta mesmo, queria ver a cara do CORNO vendo eu ser bem comida.
Meu patrão falou, CORNO safado deixo a puta pra gente mesmo, nisso meu celular toca, era ele me ligando, eles ouviram o celular tocar, e meu patrão disse o CORNO esta aqui, e ele tirou a rola do rabo da minha mulher e me achou, e disse CORNO, vem vou. Te mostrar oque fizemos com sua esposa, puta, não falei nada fiquei quieto calado, e pude ver, ela toda fodida, comida, larga, meu patrão disse, olha aqui o rabo que só você comia, olha o que eu fiz, deu um trabalhão entra aqui dentro, o rabo da sua puta estava bem.
Apertado, mas fiz um favor pra você, abri ele e deixei ele bem aberto bem largo pra você, olhei e vi, estava bem largo e vermelho,ele disse olha como ela aguenta rola, e gosta de rola de verdade, nisso ele colocou de novo seu mastro.
No rabo da minha esposa, que entrou sem dificuldade, ele socava sem do com foca, ela dizia isso soca, soca fundo, mostra pro corno como se come uma puta de verdade, mostra pro corno como se come um rabo, mostra pra ele como se regaça um rabo.
Isso gostoso, delicia de rola ,confesso que fiquei com ciúmes, inveja na hora, que vi aquela rola gigante sair e entrar no rabo da minha esposa, mas também dava muito tesão, em ver uma rola tão grande grossa e bonita entrar e sair.
Meu patrão disse, quer ver e ouvir como sua esposa geme gosto em uma rola de verdade, ele disse a Antonio, vamos mostrar pra esse corno, como a puta da sua esposa geme e goza gostoso em uma rola de verdade, os dois aumentaram, o ritmo da foda.
E minha esposinha me mostro a puta que ha dentro dela, gemia gostoso, chorava na rola dos dois machos, gritava, ate que os três gozaram juntos, minha esposa me disse amor desculpas, por dar pro seu patrão, mas aquele dia você falou tanto da rola dele.
Que fiquei muito curiosa, e eu quis ver se era verdade, eu fiquei calado, somente sorri, ela disse foi tudo culpa sua, você me deixou curiosa para saber se era verdade sobre a rola do seu patrão, depois você saiu e me deixou aqui sozinha com eles.
Dai seu patrão disse que iria levantar para ir ate a sala, mas era pra mim ficar tranquila, ate então não entedia, o que ele dizia, só depois que ele se levantou da cama que eu fui entender, o tarado do seu patrão estava pelado na cama.
Por isso que tinha aquele lençol em cima dele, quando ele se levantou, pude ver, que era verdade o que você, me disse, fiquei tão abismada surpresa, que não tirava os olhos da rola dele, ele viu que eu não tirava os olhos na sua rola, ele me pergunto.
Se eu nunca tinha visto uma rola como a dele antes, eu respondi que não, ele disse então olhe, dai ele veio ate mim, para que eu pudesse ver melhor, amor desculpas, mas olha só isso amor, nunca vi uma rola linda assim, olha aqui amor, grande, grossa, cheia de veias.
E dai amor, quando dei por mim já estava mamando a rola do seu patrão, logo em seguida chegou o Antonio, já pelado também sua rola já dura, você sabe que adoro rolas grande, não teve como me segurar, nisso meu patrão estava em nossa frente punhetando sua mega rola.
Nisso tudo meu patrão virou comedor fixo da minha esposa, e comia ela a cada 45 dias, que era quando ele vinha a nossa cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas