DE FIO DENTAL NA PRAIA PRA TRAIR O MEU MARIDO Autor: bruninhafgv@bol.com.br

           Olá taradinhos, vou escrever um pouco sobre a minha vida de cachorra. Meu nome é Bruna tenho 23 anos, moro no Rio, tenho 1,62cm, 58kg, cabelos e olhos escuros e aaaaaaaaaamoooo pegar um bronze na praia. Sou casada há 2 anos, mas já estou junta com meu marido há 6, e como ele trabalha e eu não, tenho q me virar (literalmente rs) pra ocupar o meu dia. Principalmente nessa época de férias da minha faculdade... Cuido da casa, malho na academia, mas o q não pode faltar é um belo dia de sol pra pegar uma praiazinha e torrar na areia.
Estou há 6 anos com o meu marido e nos primeiros anos me mantive fiel, mas com o tempo q foi passando, a coceirinha ia crescendo e acabei tendo um rolinho com um amigo da minha academia... o tempo passou e arrumei outro rolinho com um amigo da faculdade, o fato é q peguei gosto pela coisa, e hj estou descontrolada. NAO CONSIGO FICAR SEM TRAIR O MEU MARIDO. Só nos últimos 3 meses transei com mais de 20 homens diferentes. Já sai com tantos caras da minha academia q a minha reputação não deve ser das melhores por lá rs... mas vou narrar aqui um dos meus esportes preferidos nos últimos tempos, arrumar macho na praia hehehe
Era um dia de semana qualquer, dezembro do ano passado, pouco antes do natal, acordei por volta das 19 e meia, meu corninho já havia saído pra trabalhar desde muito cedo. tomei café da manha, tomei um banho e só faltava tomar no.... rs Botei um biquinizinho fio dental bem pequeno e revelador, tenho bunda grande e morro de vaidade de mostrar o rabo por ai... enrolei uma canga em volta da cintura e deixei o prédio aonde eu moro. moro na barra, 2 quadras da praia, e vou sempre andando ate lá. Cheguei na areia, estendi a canga e me deitei de bundinha pra cima pra pegar uma
corzinha
.
 
 
 Fiquei uns 20 minutos torrando no sol e resolvi dar uma mergulhada no mar, no caminho vi q alguns safados me olhavam desfilar ate a agua, rebolando a bunda descaradamente com um fio dental q mal cobria alguma coisa... mas um safado me chamou atenção, não era muito bonito mas era bem forte, com braços q me chamaram a atenção e um olhar de tarado q nem disfarçava pra olhar pra minha traseira.. molhei o pezinho no mar, dei um mergulho e quando ia voltando pra areia ele passou por mim, não falou nada, ficou só me encarando. voltei pra areia deitei dessa vez de barriguinha pra cima e voltei a me bronzear, mas dessa vez meu novo amiguinho tarado voltava do mar e se sentou ao meu lado, e já veio puxando conversa, perguntando se eu estava sozinha por lá. Fui simpática e sorridente com ele, respondendo a tudo q me perguntava, dando corda pro papo do cara, mais dada impossível hehehe Num dado momento me virei e pedi ajuda pra q ele passasse bronzeador nas minhas costas. Não era a primeira vez q saia pra caçar macho na praia, e essa tática do bronzeador era uma das minhas armas infalíveis pra fisgar alguém... deitadinha de bruços bundao pra cima, ele foi passando bronzeador nas minhas costas e continuando no papo perguntou se eu tinha namorado ou algo assim. eu respondi de cara q era casada, gosto q os caras saibam q sou comprometida, so aumenta o tensão rs. Ele me perguntou aonde estava o meu marido e já foi aproximando a sua mão perto da minha cintura, sempre espalhando o bronzeador. eu sempre sorridente contei q meu marido trabalhava o dia todo, q eu sempre ficava sozinha ate o final da tarde quando ele chegava em casa, nem terminei de dizer isso e já senti as suas mãos chegarem a minha bunda. ele tinha passado no teste! se o cara não tem coragem de passar óleo na minha bunda não serve pro resto das minhas intenções rs. Nessa altura ele já me elogiava, falando q eu era muito bonita e gostosa, apertando a minha bunda sem a menor cerimonia, ele já estava a mais tempo passando bronzeador na minha bunda do q nas costas inteiras. e eu claro não reclamava nenhum pouquinho. Foi quando ele me falou q se fosse casado com uma morena com uma bunda dessas jamais me largaria sozinha. Antes de continuar o conto tenho q dizer uma coisa pra vocês, em 6 anos com meu corninho, eu nunca, NUNCA, deu a bunda pro meu marido! isso só triplica o meu tensão na hora de levar rola no cu de outro macho na rua...
Mas voltando ao conto, ficamos naquele papinho e muito apertão na minha bunda ali na areia, ate ele me falou q estava de carro e me perguntou se não queria ir pra algum lugar mais reservado. não ia esperar ele me fazer outro convite melhor rs peguei a minha bolsa, me enrolei na canga e fomos ate o seu carro. mal saiu com o carro e ele me perguntou se eu queria almoçar ou algo assim, eu fui bem direta e disse q não podia demorar pq tinha q resolver uns problemas em casa mas q conhecia um motel ali perto q era muito bom. dessa vez foi ele q não esperou um convite melhor meu rs. chegamos no motel já nos agarrando, eu já sem o top do biquíni, abraçada pendurada no colo dele, com as pernas em volta da sua cintura e o safado mamando muito meus peitos. me jogou na cama e foi abrindo a bermuda me mostrando uma bela pica. devia ter uns 16, 17cm grossa, cabeçuda e convidativa... ele veio por cima de mim, me beijando e mamando mais os meus peitos, quando me olhou e falou q agora era a minha vez de mamar... não falei nada só sorri e fui me posicionando em direção do seu pau. ele foi se sentando, com as pernas abertas, e foi me colocando ajoelhadinha no chão, entre as suas pernas, com caminho livre pra fazer uma das coisas q sei fazer de melhor: chupar um pau! posso nunca ter dado a bunda pro meu marido, mas já pratiquei muito bokete nele, alias não só nele com em muitos dos meus amigos... todo mundo fala q eu tenho boquinha de boketeira mesmo, então já q levo a fama deixa eu me especializar na coisa hehehe
mamei o pau dele um tempinho, punhetando forte e lambendo as bolas do cara, q parecia q não ia aguentar muito. me segurou pelos cabelos e me pediu pra parar... me deu a camisinha pra colocar no pau dele e falou q queria me fuder logo....
Botei a camisinha na sua rola e já fui subindo e montando naquela vara gostosa bem encaixadinha já na minha bucetinha. empurrei ele deitado na cama e comecei a pular q nem uma louca tarada na sua pica, kikando e kikando, caprichando nas reboladas q nem uma piranha sem vergonha! ele me apertava a bunda e dava uns tapas enquanto eu kikava na vara dele, ofegante e descontrolada já. ele me perguntou se o meu marido me comia daquele jeito, e eu só ria e o chamava de corno q não dava conta da vagabunda q tinha em casa, mostrando a minha aliança pro safado q estava me comendo... o safado não demorou muito e gozou me abraçando com força e apertando a minha bunda.
Cai por cima dele e ficamos abraçados um pouco, recuperando o folego, e ele me falou q eu era muito gostosa, q desde q me viu na praia com aquele biquinizinho de piranha com o rabo todo de fora tinha ficado louco de tensão de me fuder todinha.. eu ri pra ele e falei q adoro mostrar o rabo na praia, só pra atiçar os tarados... ele me respondeu q fazendo isso eu deixava todos os tarados morrendo de vontade de comer o meu cu. eu bem safada só respondi q a ideia era essa mesmo rs ele me beijou e me chamou de piranha. eu falei pra ele q o meu marido nunca tinha comido a minha bunda, ele fez cara de espanto e começou a rir. não sabia se estava rindo de felicidade deu estar contando aquilo, ou de deboche da cara do corno mesmo... "com uma bundona dessas e o cara nunca comeu o teu cu???" eu fiquei tímida e ria respondendo que sim. o pau dele ficou duro novamente de imediato! me deu um tapa na bunda e me mandou ficar de 4. "então se prepara q eu vou comer esse seu rabo agora" Pronto eu estava do jeito q eu gosto: de 4 q nem uma cachorra prestes a levar um cacetão na bunda! ele já enfiava o dedo lambuzado de bronzeador no meu cu quando começou a me falar coisas taradas: "quando eu te vi na praia de fio dental tive vontade de te enrabar na mesma hora!". eu só respondi q então agora era a hora... senti a cabecinha pincelando o meu cuzinho e zap!! já estava com metade da rola dele enterrada no meu rabo! ele me dava beijinhos nas costas e começou um vai e vem devagar ate q quando percebi já estava com a pica toda no cu e o saco batendo na minha bunda... "sua vagabunda! não queria tomar no cu? então toma.. toma... toma!" ele socava forte me empurrando pra frente, e eu mordia os lábios pra aguentar tudo q nem uma putinha corajosa... o q não durou muito, pq em pouco tempo eu já gemia e berrava q nem uma piranha descontrolada com uma trolha no cu.. a essa altura ele já tinha percebido e muito a vadia q eu era e metia sem pena no meu rabo, me puxando pelos cabelos e dando tapas na minha bunda... ele ficou ali engatado atrás de mim, botando no meu cu por uns 19 minutos ate q não aguentou mais e me segurando pelos ombros e metendo muito forte começou a urrar e gozar q nem um tarado caindo por cima das minhas costas... eu já tinha gozado umas 2 vezes e não aguentava mais pica, cai com ele por cima de mim, deitada na cama...
ele pediu meu celular pra marcamos mais pra outro dia, "quero dar mais uma nessa sua bundinha gostosa", mas como sempre faço nesses casos dou meu numero errado, não quero rolinhos mais fixos, gosto de variar de rola.. aquele já era passado, nos dias seguintes sabia q era só botar um biquinizinho fio dental e arrumar outro macho safado na praia pra me enrabar... o q alias vem acontecendo sempre, e sempre, sem o corno do meu marido saber de nada rssss....

Comentários

  1. larga o seu marido e casa comigo

    ResponderExcluir
  2. Me manda fotos suas ckviu190@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Me manda fotos suas ckviu190@gmail.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas