No carnaval descobri que minha esposa queria ser putinha!

Somos um casal que desejava descobrir novos prazeres no nosso relacionamento sexual.
Sempre adorei literatura e filmes eróticos e isso se tornou mais freqüente depois de alguns anos de casamento pra tentar quebrar um pouco a rotina e deixar o “fogo” bem aceso.
Minha esposa não era muito fã de contos eróticos, mas de filmes pornôs era aficionada.
Vou contar pra vcs como eu e minha esposa Amanda nos conhecemos.
Eu tinha 24 anos e Amanda 21 quando nos encontramos na fila de inscrição de um concurso para um serviço publico federal muito concorrido. Além de o salário ser excelente outra coisa importante era a estabilidade do emprego.
Durante aquela espera começamos a conversar e logo parecíamos ser amigos de longa data e acabamos combinando de estudarmos juntos as apostilas.
O mais incrível dessa nova amizade é que além de sermos aprovados no concurso logo começamos a trabalhar e rapidamente passamos a namorar e não demorou mais que 6 meses para nos casarmos.
Amanda era uma loira linda de 1.70 m. com um corpo perfeito.
Tudo nela era na medida certa, seios grandes, coxas grossas e bumbum arrebitado.
Meu nome é Fabio, e também tenho 1.70 m. com um corpo bem definido pelas corridas diárias e pela natação que praticava quase todo dia na piscina de um clube do qual era sócio. Meus cabelos são castanhos, mas tenho a pele bem branca.
Amanda além de uma linda mulher era extremamente fogosa e tinha um tesão incrível. Ela jurava que só tinha transado com um homem até aquela data e isso tinha acontecido em um baile de carnaval naquele mesmo ano que nos conhecemos. Ela contou que tinha bebido um pouco a mais e um cara que conhecera no baile se ofereceu pra levá-la até o AP onde morava com uma amiga e no caminho se aproveitou de seu estado de embriagues e levou-a para um motel e tirou seu cabacinho sem dó. Ela nem lembrava direito como tinha sido.
Apesar de não acreditar muito nessa historia não me preocupei muito com isso, pois Amanda demonstrava adorar ficar comigo apesar de meu pinto ter apenas 12 centímetros duro. O que ajudava é que era grossinho, mas pelos filmes pornôs que assistia sabia perfeitamente que ele era bem pequeno.
A bucetinha da Amanda estava sempre depiladinha e tinha um grelinho bem saltado que era muito sensível, pois bastava dar umas lambidas nele pra que ela se contorcesse como uma cobra e em poucos instantes gozasse copiosamente ficando completamente encharcada.
Seu cuzinho era muito apertadinho e eu adorava meter na safada de 4 admirando aquela bunda perfeita arrebitada rebolando deliciosamente.
Quase não acreditava que eu tinha conseguido ter uma esposa tão linda e deliciosa.
Nossa vida seguia muito tranquila principalmente por ganharmos bons salários.
Quando completamos 5 anos de casados já tínhamos conseguido uma boa poupança e um ótimo apartamento em construção.
Nas repartições onde trabalhávamos levávamos uma vida discreta sem chamar muito a atenção.
Porém nos fins de semanas quando saiamos para curtir as baladas minha esposa se mostrava uma mulher bem sexy com vestidinhos curtos e colados ao corpo realçando ainda mais sua beleza impar e dava pra notar que a bebida a deixava bem mais alegre e um pouco mais atrevida principalmente quando dançava e rebolava como uma bailarina profissional.
E se tinha uma coisa me deixava muito excitado era notar os olhares de outros homens no corpo escultural da minha esposa. Nem eu entendia direito esse desejo que me deixava completamente tarado.
Amanda completou 27 anos e estava cada vez mais exuberante e exalando uma sensualidade natural.
Cada vez mais percebi que quando lia os relatos de homens que deixavam suas esposas transarem com outros machos pauzudos não conseguia esconder a vontade de experimentar essa loucura e sempre que tinha uma chance tocava no assunto com minha linda esposa principalmente quando estávamos assistindo filmes pornôs e apareciam aqueles atores com paus enormes praticamente o dobro do meu.
Amanda sorria das minhas conversas e dizia que era loucura ficar querendo fazer esse tipo de coisa, mas eu sempre insistia dizendo que deveríamos experimentar coisas novas e diferentes.
Quase sem querer fiquei conhecendo pela internet um casal de uma cidade vizinha que praticava Swing, mas quando comentei com minha esposa sobre esse tipo de relacionamento notei que ela não iria curtir esse tipo de “brincadeira”.
-Fabinho…vou te falar uma coisa…nem adianta vir com esse tipo de conversa…outra mulher em nossa cama…pode esquecer! Não aceito dividir você com outra putinha…de jeito nenhum!
-Amanda minha querida…juro que não pensei nisso…só imaginei que talvez com um casal você topasse fazer alguma brincadeirinha. Na verdade …nunca tive vontade de fazer ménage com mulher…você sabe que eu gostaria de fazer ménage com outro homem! Você sabe que eu tenho a maior tara de ver você transando com um cara com um pau bem grande…é loucura minha…mas eu gostaria muito!
-ah ta…isso eu sei…seu tarado…você sempre toca nesse assunto! Só achei que você já tava querendo mudar a conversa e trazer outra vadia pra transar junto com a gente…Deus me livre…bucetinha só a minha! Se você transar com outra puta…corto seu pintinho hein!
-epa…que esposa ciumenta hein…do jeito que você está dizendo…com mulher não pode…então pelo jeito…com homem ou travesti pode então?
-seu tonto…você entendeu! Na verdade quando vejo nos filmes uma mulher lambendo a outra não me dá tesão…de jeito nenhum…nem sei o motivo…porque nunca tive preconceitos!
-tudo bem Amanda…quanto a esse pequeno detalhe pode ficar descansada…nunca vou querer transar com outra putinha…alias nem dou conta direito de você…quando fica taradona!
-é bom mesmo…bucetinha na nossa cama…só a minha! E veja se não fica me botando pilha hein seu safado…fica me mandando dar minha bucetinha apertada pra outro macho de pau grande…posso gostar e querer repetir a toda hora…assim…você vai ganhar um monte de chifres …depois não vai nem conseguir passar pelas portas!
-não fala assim que meu pau até fica mais duro…eu ia gostar muito se você se transformasse numa putinha bem safada! Mas…também tenho uma exigência…quero estar junto nessa loucura…não quero que você transe com outro cara…longe de mim…quero assistir…tudo!
A conversa continuou cheia de sacanagem e logo em seguida transamos maravilhosamente e senti que minha querida esposa já estava entrando no clima de safadeza pois sua bucetinha ficou toda escorrida de tanto liquido de seu gozo copioso.
Nossas férias estavam chegando e então sugeri para Amanda passarmos o carnaval na Bahia.
Ela adorou a ideia e prontamente começamos a providenciar hotel e passagens para aquele período.
Conseguimos um hotel maravilhoso e ficaríamos 10 dias curtindo muita praia e muito carnaval de rua!
Tudo transcorreu maravilhosamente bem e ficou melhor ainda quando fomos pra rua em um bloco com muita gente e minha esposa naquele dia parecia que estava inspirada em ficar mais gostosa ainda.
Amanda colocou um shortinho que parecia ter sido comprado com uns dois números menores de tamanho pois ficou tão justo que marcou toda sua bucetinha cheinha. Um top sem soutien mostrava seus seios grandes firmes e os biquinhos completamente duros. No meio daquela multidão logicamente ficava aquela pegação e todos encoxavam ou eram encoxados.
Amanda e eu ficávamos sempre pertinhos um do outro e logo estávamos completamente suados por causa do calor. Quando olhei para o corpo da minha esposa vi que o short dela por ficar pulando ao som das musicas tinha deixado sua bucetinha toda rachada e mostrava os contornos com perfeição.
Logicamente que não fui só eu que reparei nesse “grande” detalhe e foi então que por descuido e por causa do embalo acabamos nos separando no meio do povo.
Não me preocupei muito pois já havíamos combinado que se acontecesse qualquer coisa desse tipo nos encontraríamos em uma praça que havia ali na região.
Depois de meia-hora naquela muvuca fui pra la e daí a pouquinho minha querida esposa apareceu toda ensopada de suor e ofegante e depois de descansar alguns instantes disse:
-Fabinho querido…passei um sufoco danado…uns caras safados me cercaram e bagunçaram comigo…você não acredita o tanto de passadas de mão que levei…apalparam meus seios…apertaram minha bunda…foi uma loucura! Achei que eles iam me empurrar pra algum lugar e me estuprar. Ainda bem que consegui escapar daqueles tarados!
Eu comecei a rir e Amanda ficou brava dizendo:
-seu tonto…eu quase morri de medo e você fica rindo é seu maluco safado! Acho que você me largou no meio do povo de propósito!
Eu abracei-a todo carinhoso dizendo:
-larga de ser boba…você acha que eu ia fazer isso com minha esposa maravilhosa…claro que não! Eu te procurei que nem louco…mas você tinha sumido! Mas relaxa…não aconteceu nada demais…só umas passadas de mão…ou por acaso te machucaram?
-não…só minha bunda que deve ter ficado alguma marca roxa…do jeito que sou branca…deram umas apertadas bem fortes! Eram uns cinco…todos fortes…quase negros…teve um que quase conseguiu enfiar o dedo inteiro na minha bucetinha…que bando de tarados!
-bem…na verdade Amanda…você também foi muito safadinha quando colocou essa roupa…tua buceta tá toda a mostra…olhe e veja…até parece que vc nem colocou calcinha…é fio dental daquelas que só tem uma tirinha no rego…não colocou soutien…você tá do jeito que o diabo gosta…pronta pra ser devorada pelos machos. Vai me dizer que não se olhou no espelho quando saímos do hotel sua safadinha linda?
-bem…claro que sim…mas por ser carnaval…todo mundo bem à vontade…achei que podia sair assim bem atrevida e sexy…ainda mais longe de nossa casa…queria me sentir bem gostosa…mas quase me arrastaram para um beco pra abusar de mim…e com o barulho do trio elétricos nem adiantava gritar.
Voltamos para o hotel e assim que tiramos a roupa pra tomar banho Amanda empinou a bunda pro meu lado dizendo toda cheia de dengo:
-olha Fabinho…ficaram manchas roxas no meu bumbum…os tarados apertaram com força!
Todo safado me ajoelhei atrás dela e sorrindo disse:
-calma que seu maridinho vai dar uns beijinhos pra ajudar a sarar logo…apesar de que essas manchinhas te deixaram mais sexy ainda!
Ela deu um sorriso e como havia uma poltrona ao lado deu dois passos e toda safada ficou de 4 e com aquela bunda empinada e sussurrou:
-então…vamos fazer mais gostoso…lambe minha bucetinha assim…e beija bastante meu bumbum…seu safado tarado…faz sua esposinha gozar gostoso…pra ficar bem calminha…depois do susto!
Cai de boca naquela bucetinha toda suada e percebi que ela estava completamente ensopada e logo a vadia rebolava loucamente na minha língua gozando rapidinho. Todo tarado encaixei meu pinto teso no cuzinho apertadinho da minha esposa tarada e meti deliciosamente.
Gozei quase em seguida de tanto tesão que sentia.
No banho que tomamos juntos a conversa continuou toda alegre.
-Fabinho…to adorando nossas ferias…o Brasil é muito grande…o povo bem diferente…comida deliciosa…hotel super confortável…se não fosse pelos caras que me agarraram…estaria tudo perfeito!
-Amanda…querida…vou te falar uma coisa…acho que até isso foi muito bom…deixou-te muito mais tarada…tua buceta estava completamente ensopada…e não era só de suor não…conheço-te…você tava cheia de tesão…você pode ter ficado com medo…mas ficou bem excitada…sua safadinha gostosa!
Minha esposa deu um sorriso bem safado e mudou de assunto e resolvemos descansar um pouco.
Alguma coisa fez com que o comportamento de Amanda mudasse por completo, pois no outro dia fomos conhecer umas praias distantes e minha esposa colocou um biquíni tão pequeno que mal cobria sua bucetinha cheia e a parte de cima a toda hora precisava ficar ajeitando pra que os bicos dos seios não ficassem a mostra. A safada andava na praia rebolando como uma putinha se exibindo toda. Deixei-a bem à vontade e quando ela ia pra água de longe dava pra ver os machos tarados chegarem nela pra conversar e logicamente querendo convidá-la para alguma safadeza.
Ela sorria e até se deixava abraçar mas logo voltava pra perto de mim e sorrindo dizia:
-amor…esse lugar só tem tarados…não consigo ficar na água mais de 5 minutos sem que venha algum cara querendo me cantar…nossa…nesse lugar é difícil ser fiel!
Todo safado aproveitei pra atiçar ainda mais minha esposa safadinha dizendo:
-então trouxe você ao lugar certo…eu deixo minha esposa putinha ser infiel…é só você querer!
-que marido mais safado e tarado que tenho…acho que vou ter fazer o que você vive pedindo…quem sabe assim você sossega…e para com essas loucuras!
-Amanda…querida…deixa de frescura…e faça isso…bem depressa!
Quando voltamos para o hotel já era quase noite e após jantarmos em um restaurante excelente chegamos ao nosso quarto e Amanda toda tesuda já foi tirando a roupa querendo transar. A safada estava tão tesuda que gozou soltando gritinhos bem altos.
No outro dia novamente fomos pra rua atrás dos trios elétricos e foi então que notei que Amanda tinha resolvido assumir seu lado putinha porque vestiu o mesmo shortinho justíssimo de 2 dias antes e mais safada ainda nem tinha colocado calcinha. Ela colocou uma camisetinha sem mangas que quando levantava os braços seus seios se mostravam quase por completo. Na hora tive uma ereção incrível e todo tarado disse:
-Amanda…to vendo que tá querendo ser agarrada pelos machos negros de novo né sua safada…hj tá mais putinha que aquele dia…da pra ver sua bucetinha rachada ao meio…e sem calcinha! Vc me deixou de pau duro…imagino que vai deixar muitos outros também…sua safadinha!
Ela deu um sorriso bem safado e disse:
-não era isso que você queria…uma esposa putinha? Agora aguenta…seu safado!
Naquela loucura das ruas fiquei bem juntinho da minha esposa que toda animava pulava que nem maluca ao som do trio elétrico e percebei que os homens quando notavam aquela loirinha toda putinha daquele jeito chegavam junto e encoxavam mesmo. E logo vi que Amanda estava adorando aquele assedio e por varias vezes vi os caras passando a mão no seu corpo com vontade. Sua bucetinha sentiu várias mãos durante o trajeto que fizemos. Amanda de vez em quando me abraçava sorrindo bem safada e tarada. Meu pau não ficava mole de jeito nenhum.
Depois dessa safadeza disfarçada voltamos ao hotel e transamos loucamente.
Infelizmente nossas férias estavam chegando ao fim mas o mais importante é que tudo que aconteceu serviu pra abrir novos horizontes em nosso relacionamento e nosso tesão tinha aumentado em 1.000%.
E foi então que no dia da viagem aconteceria uma situação deliciosa que mostrou que minha querida esposa estava demonstrando que também estava louquinha pra viver brincadeirinhas sacanas.
Estávamos no banho quando a campainha tocou e com certeza era nosso café que pedi pra ser servido em nosso quarto e então coloquei o roupão e fui atender a porta.
Abri e dei de cara com um camareiro mulato alto e forte com seu uniforme de camareiro. Ele entrou com o carrinho com nosso café especial que solicitei. O rapaz tinha um sorriso perfeito e começou a arrumar a mesa e foi então que ele percebeu que estava faltando alguma coisa e então disse que iria buscar e logo estaria de volta.
Assim que ele saiu minha esposa saiu do banheiro completamente nua se enxugando.
Aquela cena era muito sensual e na hora tive uma ideia bem sacana e disse:
-Amanda…vamos fazer uma brincadeira bem safada de despedida aqui no hotel?
-o que meu maridinho safado tá querendo?
-o camareiro veio trazer nosso café e esqueceu algo…foi buscar…eu te vi saindo assim completamente nua…se enxugando…sexy demais…um tesão…você podia fazer isso de novo…quando o camareiro voltasse…você entrava assim de novo…nuazinha…vamos fazer isso?
-Fabinho seu tarado…você e suas ideias loucas…mas…será que não pega mal?
-que nada…querida…além disso…acho que você vai gostar de se mostrar toda…peladinha…o camareiro é um mulato forte e bonitão…gostaria ver a cara dele dando de cara com uma gostosa loira nua com marca de biquíni bem pequena na frente dele…a gente vai embora mesmo…faça isso por favor amor!
Ela deu um sorriso bem safado e disse:
-tá bom…seu tarado…vou fazer…acho que também vou gostar…dessa safadeza!
Quase em seguida o camareiro entrou e foi arrumar a mesa com o café e em segundos Amanda entrou nuazinha enxugando os cabelos com uma toalha pequena. O rapaz arregalou os olhos e deu uma olhada de cima em baixo na minha esposa. Amanda ficou em frente do espelho se secando com uma naturalidade incrível de costas para o rapaz que apesar de tentar disfarçar não tirava os olhos da bunda empinada da minha esposa loira super gostosa.
Sentei-me à mesa como se aquilo fosse uma coisa completamente natural e pedi pra ele servir meu café e foi ai que tudo ficou ainda mais sensual porque o celular da Amanda tocou e ela toda safada se jogou na cama e começou a conversar animadamente com uma de suas amigas.
Amanda demonstrou que sabia ser muito putinha quando queria pois ficou conversando e rindo com a amiga se virando na cama e se mostrando sem nenhum pudor. Sua bucetinha ficou toda aberta e até seu cuzinho dava pra ver. Percebi que a calça do camareiro já tinha uma barraca armada e pelo jeito parecia ser grande. Até achei que a coisa podia pegar fogo ali naquele quarto mas em seguida o rapaz todo nervoso se despediu rapidamente e saiu do nosso quarto.
Amanda então deu um sorriso e toda putinha sussurrou:
-vem meu maridinho…vem comer sua esposa putinha…nossa…essa loucura me deixou molhadinha…to louca pra dar…vem meter na tua putinha…vem…seu safado!
Em segundos estávamos transando deliciosamente e gozamos muito e depois durante o café ficamos conversando e morrendo de rir da safadeza que tínhamos feito com o camareiro. E a safada me confessou que se o camareiro quisesse ela tinha dado pra ele ali no quarto.
Voltamos pra casa e para o trabalho e quando voltei a tocar no assunto ménage Amanda disse ter um pouco de medo de fazer isso em nossa cidade e que gostaria que se fosse pra acontecer isso teria que ser como foi no hotel na Bahia…de uma maneira bem natural.
Mas o tesão de ver minha esposa sendo comida por outro macho pauzudo sempre vinha em minha mente e depois de vê-la toda puta se deixando pegar nas ruas de Salvador sabia que bastaria criar uma situação bem sensual que a safada toparia e logo comecei a procurar uma pessoa bem legal pra isso.
E isso aconteceu quase em seguida quando ao navegar na internet na minha sala da repartição entrei em uma sala de bate papo e conheci Marcos que me pareceu ser um sujeito legal de bem com a vida e pelo jeito também extremamente safado.
Marcos então pediu meu MSN pra gente conversar mais tranquilo e naquela noite mesmo quando minha esposa foi dormir mais cedo por causa de cólicas menstruais começamos a trocar mensagens e o papo passou para o assunto sexo.
Nem sei bem porque mas logo de cara peguei confiança no safado e confessei que tinha vontade de ver minha esposa transando com outro homem bem dotado e ele foi direto ao assunto abrindo sua webcam e começou a mostrar seu corpo todo malhado e cheio de músculos. Ele era um mulato quase negro de 1.80 m com um rosto muito bonito e todo safado dizia que só ia me mostrar o tamanho do seu pau depois que conversássemos mais um pouco. O safado já me deixou todo curioso.
Marcos abriu o jogo dizendo que tinha 29 anos e era garoto de programas e gostava mesmo de sair com casais pois além de o cachê ser maior ele adorava comer a esposa com seu pauzão na frente do marido. Isso o deixava louco de tesão.
Aquela conversa já estava me deixando com o pinto duro e então comentei com Marcus que achava que minha esposa estava querendo fazer isso também mas tinha um pouco de receio! E logo ele me tranquilizou dizendo que podia ficar tranquilo que saberia como fazer tudo parecer bem natural e foi então que depois de teclarmos uma meia hora as mensagens passaram a ser bem mais excitantes e ele mostrava que sabia como fazer a temperatura sexual da conversa subir.
-então Fabinho…acho que depois do que conversamos…tenho quase certeza que vou ser o macho que vc tá querendo pra comer sua esposa putinha…agora…só depende de vc…ser um corninho bem safado e começar a fazer o que eu vou pedir!
-bem…eu…nunca fiz isso antes…o que você…tá querendo dizer…Marcus?
-primeiro…não gosto de frescuras…quem manda na cama sou eu…agora quero que compartilhe umas fotos nuas da sua esposa puta pra mim…quero ver se a safada é gostosa mesmo como você disse!
-bem…como você sabe que tenho fotos nuas dela no computador?
-Fabinho…todo corno adora tirar fotos da esposa pra poder mostrar pra outro macho…vamos logo…eu sei que tem…mostra pra mim…logo…senão vou parar de conversar com você!
Na hora percebi que devia fazer o que aquele safado queria e então abri a pasta onde tinha mais de 100 fotos nuas de Amanda e compartilhei as que achei mais sexy e a conversa continuou.
-hum hum…Fabinho…realmente você tem razão…ela é uma tremenda gostosa…e realmente ela tem uma bunda e uma bucetinha deliciosa…e pelo jeito ela vai gozar muito na minha pica grossa…com certeza que você não consegue satisfazer sua esposa putinha com seu pintinho pequeno!
-eu…como…você sabe disso? Eu estou de roupa…nem passei uma foto minha pra você ver!
-Fabinho…você é um sujeito inteligente mas eu também já fiz muitas safadezas sexuais…vamos abrir o jogo…todo corno que quer ver a esposa dar pra outro macho…tem pau pequeno…e o teu com certeza é assim…agora vou te mostrar meu pauzão…ele está bem duro…veja se sua esposa vai gostar!
Quando ele abaixou a webcam levei um susto.
Marcus tinha uma pica enorme com uma particularidade diferente das picas dos atores pornôs.
A cabeça não era tão grande mas seu pica ia engrossando e depois do meio era extremamente grossa e com um saco também enorme.
Aquele pauzão quando estivesse inteirinho na buceta da minha esposinha ia deixá-la toda arrombada.
-e ai…corninho safado…gostou do pau do macho que vai comer a tua esposa puta?
-eu…eu…sim…é muito grande e muito grosso do meio pra trás…nossa…isso deve doer quando entra tudo!
-larga de ser bobo…meu pau provoca é muito prazer…tua esposa…pelo jeito tá precisando muito de uma pica assim…ela tem uma cara de tarada…tá precisando de um macho de verdade…pra foder a vadia do jeito que ela deseja!
-Marcus…quando mede…teu pau…agora fiquei todo curioso!
-22 cm. de puro prazer…tanto na bucetinha quanto no cuzinho…adoro enrabar uma bunda gostosa!
-Minha esposa adora dar o cuzinho…mas…o meu…só tem 12 cm.! O teu pauzão deve arregaçar tudo quando entra…nossa…como é grandão!
Marcus todo safado ficava punhetando aquele monstro enorme com sua mão grande e então disse:
-Fabinho…pode ficar tranquilo…que vocês vão adorar me colocar na cama junto…agora…tira a roupa…quero te ver também!
-eu…eu…por que…Marcus?
-Fabinho…acho que você ainda não entendeu…vou falar pela ultima vez…eu mando e você como um corno bem submisso…obedece…estamos entendidos…ou quer parar nossa sacanagem por aqui?
Percebi que teria que fazer o que aquele macho pauzudo estava mandando e então tirei o short e a camiseta e fiquei de frente pra web com meu pintinho completamente duro denunciando por completo minha submissão e então ele continuou todo safado:
-isso…pronto…não foi tão difícil né? Que pintinho pequeno vc tem Fabinho…parece de menino…quase nem dá pra acreditar que você não foi corno até hoje…sua esposa tem cara de puta tarada…que gosta de dar…mas…isso a gente vai resolver! Agora…dá uma volta…quero ver teu corpo por inteiro!
Mostrei-me por inteiro e todo safado ele continuou dizendo:
-humm…vc tem um corpo bonito Fabinho…coxas grossas…sem barriga…gosto assim…de homem que se cuida…tua bunda também é grande…até parece um pouco com a da sua esposa putinha!
Quase sem perceber peguei no meu pau manipulando ele e Marcus então disse:
-quer gozar junto comigo Fabinho…só de imaginar o que vamos fazer já fiquei tarado…eu gozo muito…tenho bastante porra…quer ver…eu gozar…pra saber o tanto de leitinho quente que a boquinha da tua putinha vai engolir?
Tomado de tesão concordei na hora e ele batia uma punheta cadenciada mostrando sua macheza pra meus olhos que não perdiam nenhum movimento. Eu até evitava pegar forte no meu pau pra não gozar primeiro e então antes de gozar ele teclou dizendo:
-olha bem corninho…minha porra saindo de monte…da minha pica grossa…imagina a boca da tua putinha mamando nele…chupando uma pica de verdade…goza junto…seu corno safado…vou gozar!!!
Marcus parecia um cavalo gozando e a porra escorria como se fosse a lava de um vulcão escorrendo pelas encostas e o tarado se contorcia todo como se tivesse metendo. Gozei gemendo alto também completamente tomado de tesão.
Depois que sai do MSN comecei a pensar naquela conversa muito louca que tive com Marcus. O safado tinha me chamado de corno, me humilhou dizendo que tinha um pinto muito pequeno, chamou minha esposa de puta vadia e ao invés de ficar com raiva fiquei mais excitado ainda com tudo aquilo.
Foi incrível perceber que estava gostando de ser submisso às vontades daquele macho pauzudo que sabia como tratar corninhos de primeira viagem como eu. Durante o banho a imagem daquele mulato quase negro com aquele pauzão super grosso não saia da minha mente e mesmo depois de ter gozado me masturbando junto com ele meu pintinho voltou a ficar duro novamente.
Ao me deitar olhei pra minha linda esposa dormindo tranquila e tive a certeza que não ia demorar muito pra fazermos uma farra deliciosa com o meu novo amigo Marcus.
Resolvi esperar um pouco pra contar a minha esposa as minhas conversas com o mulato pauzudo.
Amanda iria ficar menstruada uns ¾ dias e durante esses dias teclei no MSN com Marcus que todo safado sabia como me deixar com mais tesão ainda pra que nosso encontro acontecesse o mais breve possível. O safado tarado só me chamava de corno e bastava abrir o MSN que ele ligava a webcam e tirava aquele pauzão grosso pra fora e ficava punhetando se exibindo todo macho. E de vez em quando gozava esguichando porra que nem um cavalo reprodutor.
Eu não aguentava mais de vontade de fazer o encontro entre eu, minha esposa e aquele macho pauzudo e foi então que Marcus sugeriu que nos encontrássemos naquele fim de semana em uma boate de strip-tease que ele sempre frequentava dizendo que o ambiente favorecia esse tipo de coisa. E como comentei que não queria que minha esposa soubesse que ele era garoto de programa e estava tudo combinado entre nós quando nos encontrássemos na boate eu diria que tínhamos estudado na mesma escola e jogamos futebol no mesmo time. Como nossa idade era praticamente a mesma…eu com 30 e ele com 29 anos seria uma historinha perfeita.
Eu já tinha comentado com o safado sobre a nossa brincadeira no hotel na Bahia e ele disse que tinha certeza que depois de nos encontrássemos na boate dificilmente não acabaríamos em um motel.
Marcus também disse pra deixar minha esposa bem excitada e não deveria transar com a safada pra que quando chegasse à boate no fim de semana ela estivesse cheia de tesão.
Na verdade nem precisaria muita coisa pra deixar minha esposa putinha tesuda pois sempre depois que menstruava a safada ficava tarada querendo meter a toda hora e então pra não transar com ela inventei que tinha levado um tombo na escada da repartição e tinha batido o saco com força em um degrau e estava todo dolorido. Até disse que havia ido ao medico do PS e ele depois de examinar disse que não tinha acontecido nada de grave mas recomendara ficar pelos menos 3 dias sem meter.
Mas a toda hora que passava perto da minha esposa enfiava a mão no meio de suas coxas e brincava com seu grelinho sempre teso arretando a safada.
Quando dei a ideia para Amanda de irmos a uma boate bem “quente” naquele fim de semana até estranhei ela concordar rapidamente pois antes das nossas famosas férias sempre que a convidava pra irmos nesses lugares “exóticos” ela ficava meia relutante.
Durante o banho na sexta feira notei que Amanda estava mais excitada que de costume e ao olhar seu corpo todo bronzeado com aquelas marquinhas mínimas do biquíni brinquei dizendo:
-Amanda…querida…acho que essas férias na Bahia fez acontecer duas mudanças importantes em vc! A primeira é que vc ficou muito mais linda toda bronzeada…parece que o sol de lá deixou vc com uma cor perfeita…a segunda é que vc parece que resolveu assumir que adorou ser bem putinha…como seu maridinho sempre quis!
Ela sorrindo disse:
-bem…na verdade…tudo foi maravilhoso demais…to me sentindo mais livre…depois daquelas safadezas nossas…foi muito melhor do que imaginei …mas estou gostando muito…seu safado!
-humm…assim que eu quero mesmo…bem safadinha…gostosa…e muito putinha…adoro saber que os homens ficam de pau duro olhando pra vc…isso me deixa louco de tesão!
-é…eu sei disso…seu safadinho…é só tocar no assunto que você já fica de pau duro…tarado! Um dia resolvo dar pra outro macho…e você vai virar um corninho manso…fica brincando que você vai ver!
Só pra deixar Amanda mais taradinha ajoelhei entre suas coxas e chupei sua bucetinha no chuveiro a fazendo gozar rapidinho. Ela já foi virando a bundinha querendo que comesse seu cuzinho mas fiz o que o macho pauzudo tinha dito e não meti nela dizendo que quando voltássemos da boate iríamos transar bem gostoso.
Assim que saímos do banho já abri uma garrafa de vinho que ela gostava dizendo que era pra ficarmos mais alegres. Enquanto ela escolhia o que vestir esvaziamos mais outra garrafa. O vinho sempre deixava minha esposa mais excitava e mais sem vergonha!
Amanda então vestiu um vestidinho branco curto e justo e sorrindo perguntou se devia ir com aquele ou deveria pegar outro um pouco mais discreto. Aquele vestido branco a deixava sexy demais e lógico que deseja que ela fosse com ele mas só pra tentar não demonstrar minha preferência sorri dizendo:
-Amanda querida…por mim vc iria completamente nua num lugar desses…ainda mais toda bronzeada e gostosíssima…mas não vou dar palpite…escolha o vestido que você quiser!
Ela então pegou uma sandália de salto e desfilou no meio do quarto em frente ao espelho e sorrindo disse que iria com aquele mesmo…que realmente estava se achando gostosa demais!
Amanda ainda não tinha colocado calcinha e quando foi escolher uma, bem safado disse:
-pra que colocar isso…e acho que você assim…vai ficar mais deliciosa ainda!
Mais uma vez ela me surpreendeu dizendo:
-bem…acho vou seguir o conselho do meu maridinho…vou fazer igual na Bahia!
Enquanto Amanda se maquiava…antes de sairmos liguei para Marcus dizendo que estávamos indo para a boate e ele disse que estava aguardando ansioso pra nos conhecer pessoalmente…tudo até aquela noite tinha sido através da internet.
Quando chegamos à boate já deu pra ver que ali era um autentico inferninho.
As mulheres se vestiam como putas. Vestidos e minissaias que mostravam as popinhas das bundas. Tudo no lugar era pra sacanagem de verdade.
Logo que entramos em um pequeno palco em um dos cantos tinha um casal transando ao vivo.
O funk pornográfico rolava solto.
Apesar de Marcus ter me dito que o ambiente era pesado não achei que fosse tanto e então disse:
-Amanda querida…disseram-me que o lugar era bem safado…mas…não achei que fosse tanto assim…se você quiser ir embora…a gente vai tá bom!
-Amor…nossa…é muita putaria né? Mas…ja que viemos…vamos ficar um pouco…só pra ver!
Amanda era uma loira que tinha rabo de negra e logo a safadinha rebolava ao som da musica.
Ainda não tinha visto o macho pauzudo e junto com Amanda fomos até o barzinho pedir uns drinks e até brinquei dizendo:
-Amanda…acho bom vc não beber muito…se vc ficar muito taradinha…acho que aqui não é igual no carnaval da Bahia…os caras aqui são mais mal encarados…te pegam…e te estupram inteirinha!
-e você ia adorar né seu safado…por isso que me trouxe aqui…nesse antro de perdição!
Ela caiu na gargalhada e depois de pegarmos os drinks Amanda já foi me puxando dizendo que queria assistir o casal transando bem de pertinho!
A garota morena estava chupando o pau do cara que era bem grande e a safada tinha uma garganta bem profunda pois engolia quase tudo. O cara fodia a boca dela como se fosse uma buceta. Amanda ficou na minha frente com a bunda encaixada perfeitamente no meu pinto completamente duro. A ansiedade do que iria acontecer me deixava completamente tarado. Aproveitei o momento e sussurrei no ouvido da minha esposa:
-e ai…tá gostando…de ver a puta engolir aquele pauzão?
-humm…to adorando…é tudo muito louco isso aqui…é estranho…mas estou gostando!
Enfiei a mão por entre suas coxas e encontrei sua bucetinha já toda ensopada e continuei:
-que esposa mais tarada…ja ta toda ensopada…da pra ver que está gostando muito mesmo!
Foi então que Marcus chegou ao meu lado e como havíamos combinado nos abraçamos como se fossemos amigos de longa data que não se viam e logo estávamos conversando e então o apresentei a minha esposa como tínhamos combinado e logo o papo fluiu tranquilo. Marcus sabia como lidar com as pessoas e então fomos para um cantinho com menos barulho pra “conversar”.
Depois de alguns minutos notei que Amanda já havia “simpatizado” muito com ele, pois assim que Marcus deu uma saída pra buscar uns drinks pra nos o assunto da conversa passou a ser meu “amigo”.
-Fabinho…esse negão teu amigo é muito simpático e bem alegre né? Gostei dele…parece gente boa!
-sim…a gente estava sempre junto na escola…mas principalmente no futebol! Mas fazia muito tempo que não tinha noticias dele! Ele ficou mais forte ainda…mas ele é mulato Amanda…quase negro!
-Bem…pra mim é negão mesmo! RSS. Mas…ele tá sozinho aqui na boate querido?
-humm…tá querendo saber demais sobre o cara hein! Mas…só pra você saber…vou te contar um segredo sobre o Marcus…ele tem uma pica de cavalo…depois do futebol quando a gente ia tomar banho no vestiário…todo mundo reparava na pica do cara…grande e grossa! Cuidado hein…negão gosta de loira…sua bucetinha apertada não aguenta uma pica daquele tamanho não!
Assim que Marcus chegou com os drinks continuamos a conversar e o safado já abraçava a todo instante tanto eu quanto Amanda se chegando devagarzinho e a todo instante elogiava minha esposa dizendo que ela era uma tremenda gata e com certeza era a mais sexy na boate.
Amanda saiu dizendo que ia fazer xixi e Marcos então já foi dizendo:
-Fabinho…vou adorar te transformar num corninho bem submisso…sua esposa é uma putinha linda e tem cara de vadia…vou comer a vadia fácil…pra você assistir…vou adorar meter minha pica grossa na bucetinha branca da safada.
Ouvir aquele safado falando safadezas fazia meu pau quase explodir e então ele continuou dizendo:
-assim que a putinha voltar…finge que vai ao banheiro! Daqui a pouquinho vai começar outro show de sexo…vou levar ela pra assistir bem pertinho do palco…depois você chega!
Assim que minha esposa voltou fiz o que o macho pauzudo mandou e sai dali e assim que o show começou Marcus já abraçou Amanda e levou-a pra perto do palco. Fui atrás e fiquei olhando e em instantes ele já estava abraçando Amanda encoxando-a todo safado. Minha esposa olhava o show no palco e já quase ao lado deles vi que Marcos já alisava o corpo de Amanda por cima do vestido. Ele olhou de lado deu um sorriso safado e continuou. Amanda já rebolava devagar com certeza sentindo a pica grossa e enorme daquele macho se esfregando em sua bunda empinada. Fiquei ali só olhando quase gozando e então ele sussurrou alguma coisa no ouvido de Amanda e ela toda safada balançou a cabeça concordando e eles saíram bem devagar e quando ela me viu deu um sorrisinho e bem safada disse em meu ouvido:
-Fabinho querido…esse teu amigo safado me convidou pra conhecer um tal de quarto escuro que tem aqui na boate…que ele disse que é bem legal…que vou gostar…ele disse que é rápido…ja volto…fica assistindo o show corninho safado!
Fiquei ali olhando o casal transando em cima daquele palco mas minha mente estava no que minha esposa e o macho pauzudo estavam fazendo no tal quarto escuro!
Depois de uns 15 minutos eles voltaram abraçados e Amanda estava toda diferente e Marcus disse que ia ao banheiro dar uma aliviada e assim que saiu perguntei todo curioso:
-o que vc foi fazer com meu amigo…sua safadinha gostosa?
Toda eufórica ela me abraçou dizendo:
-amor…teu amigo é muito tarado e safado…ele já foi me pegando e enfiando os dedos na minha buceta no show…e esfregou aquele pintão enorme na minha bunda…nossa…que delicia…amor…hoje vou realizar seu sonho…ja convidei o safado pra ir com a gente pra um motel…quero dar gostoso pra ele!
-nossa…amor…resolveu ser putinha assim tão rápido é…sua safada! Vc tem certeza…querida?
-Fabinho…vou te falar uma coisa querido…to louca de tesão pra sentir aquela pica enorme…é que prometi que a gente ia fazer safadezas juntos…senão ja tinha implorado pra ele me comer dentro do quartinho que me levou…ele me colocou de 4 em uma poltrona…lambeu minha buceta e me fez gozar na hora…o safado encheu minha bunda de tapas e depois tirou aquele pauzão pra fora da calça e me fez chupar…socou na minha boca…e me chamou de puta vadia…gozei de novo…com aquele pauzão na garganta. E tem mais uma coisa…ele disse que adora transar a 3 junto com o marido…gosta de meter a pica grossa na buceta da esposa do corno! E ele disse que você tem um pau muito pequeno para uma tarada gostosa que nem eu!
Enfiei a mão entre as pernas da minha esposa e dava pra sentir que estava completamente ensopada e estava até escorrida em suas coxas e todo tarado disse:
-então chama ele logo sua putinha tarada…to louco de vontade de ver sua bucetinha sendo arrombada pelo pauzão grosso do safado!
Marcus voltou e então logo estávamos no carro pra irmos para um motel e assim que dei partida no carro ele disse todo macho:
-vem para o banco de trás putinha…deixa o corninho ai na frente…vem chupar a pica do macho que vai te fazer gozar gostoso…vem logo…sua vadia!
Amanda nem olhou pra mim e toda tesuda já foi pulando no banco traseiro e Marcus mostrou que sabia como tratar puta tarada com tesão e disse:
-tira esse vestido puta…quero te ver chupando meu pau com essa bunda branca arrebitada!
Acendi a luz interna do carro e Amanda ficou com aquele bundão empinado bem no alto e caiu de boca naquela pica enorme. Logo percebi que aquele macho gostava de dominar as pessoas pois a todo instante dava tapas fortes na bunda da minha esposa putinha dizendo:
-isso…assim…bem fundo na garganta…sua vadia…gosta de pau na boca…né sua puta…tá gostando de pau de macho de verdade né…assim…engole…sua puta…vagabunda…vou te tratar como uma puta gosta de ser tratada…ahhh…isso…mama na pica do teu macho…sua vagabunda!
Entramos no motel e assim que estacionamos o carro Marcus carregou a putinha no colo e sem nenhuma frescura sentou em uma poltrona sem braços ao lado da cama e disse todo macho:
-vem vagabunda…vem sentar na minha pica…de frente…quero ver o rosto da puta quando minha pica entrar nessa bucetinha tesuda…e vc corninho…senta e fica assistindo um macho de verdade comendo sua esposa vadia…vem vagabunda…vem dar gostoso pro teu macho…vem gozar…sua safada!
Amanda estava hipnotizada por aquela pica enorme dura como aço e toda submissa colocou uma perna de cada lado daquele corpo negro e foi descendo devagar. Eu estava sentado na cama nu bem pertinho e quando a cabeça daquela pica foi encaixada na entrada da bucetinha de minha esposa tesuda Marcus segurou-a firme pelos quadris e foi puxando-a de encontro ao seu púbis. Quando aquilo entrou metade Amanda gritou sentindo sua bucetinha sendo arrombada mas isso só aumentou o tesão de Marcus e ele puxou-a de uma vez empalando-a naquele monstro.
Ele então todo tarado disse:
-pronto vagabunda…agora você sabe o que é uma pica de macho do jeito que precisava pra gozar gostoso…chega de gritar…quero ouvir você gemer…sua vagabunda…cavalga na minha pica puta vadia…dá gostoso…rebola…e engole minha pica com essa buceta tesuda…sua safada…você vai gozar gostoso!
Em segundos minha esposa cavalgava sem pudor naquela vara grossa enterrada até o talo na sua buceta e gemia alto de prazer e então se entregou de vez sussurrando:
-ahhh…que delícia…que pauzão gostoso…quero gozar muito….ahhh…como é grosso…to preenchida por inteira…ahh…que macho gostoso…que meu maridinho corno me arrumou…ahhh…vou gozar…me fode …seu negro safado…me fode…todinha…ahhh!
Amanda jogava seu corpo pra frente de encontro ao ventre daquele macho pauzudo gemendo alto e já gozava loucamente. Marcus a puxava pela bunda fazendo a penetração ser mais profunda e todo tesudo dava uns tapinhas leves no seu rosto e todo tarado sussurrava:
-isso vadia…rebola na minha pica grossa…sua puta safada…mostra pro teu maridinho corno que você adora levar rola grande…aquele pintinho que ele tem entre as pernas não satisfaz uma puta tarada que nem você…assim…engole minha pica com essa bucetinha branca…rebola gostoso sua vagabunda!
Amanda rebolava como uma profissional de filmes pornôs e todo e qualquer pudor que pudesse existir ela deixou de lado e tomada de tesão se entregava gemendo e então virou seu rosto pra trás me olhou e toda tesuda e safadeza sussurrou:
-ta gostando de assistir sua esposa putinha dando gostoso pra outro macho…seu corninho safado…daqui pra frente…ele vai me comer sempre…to adorando essa pica preta grossa na minha bucetinha… ahhh…fode…arregaça minha buceta…seu negro safado…mete na putinha branca…sempre tive vontade de um macho negro engatado na minha buceta…me come todinha…fode…com força…ahhh!
Amanda tinha um orgasmo atrás do outro e gozei um monte junto com a vadia gemendo daquele jeito.
Fui ao banheiro me limpar e rapidinho voltei e sentei na beira da cama bem atrás deles e logo em seguida Marcus resolveu fazer a brincadeira ficar ainda mais quente e disse todo tesudo:
-pronto…seu maridinho corno voltou…pra continuar assistindo a esposa vadia dar pra outro macho…agora putinha…vamos meter de outro jeito…vc vai gostar muito e eu também…vira e senta na minha pica de costas…quero ver vc cavalgar minha pica…assim…olhando esse rabo rebolando gostoso na minha vara grossa…vou te fazer gozar mais gostoso…sua vagabunda!
Em segundos Amanda fez o que Marcus mandou e se espetou de costas pra ele e de frente pra mim naquela pica preta grossa e toda safada começou a rebolar e me olhando tesuda disse:
-nossa…que pau gostoso…que tem esse negro tarado…minha buceta tá toda inchada…como é grosso…entra rasgando na minha bucetinha apertada…meu maridinho tá gostando de ver né…seu corninho safado…tava louco de vontade de ver um macho de verdade me comendo né…seu safado…agora…você vai ver sempre…vou ser uma puta bem safada…como sempre tive vontade…ahhh…que pauzão…ahhh!
Meu pinto voltou a ficar duro em segundos e eu olhava extasiada aquela pica grossa entrando na bucetinha branquinha da minha esposa putinha e foi então que o macho pauzudo todo tarado disse:
-vem brincar com a gente…corninho safado…vem ajudar a fazer sua esposa puta gozar mais gostoso… ajoelha e chupa a vadia…ela quer gozar com minha pica enterrada na buceta e com sua boca lambendo e chupando o grelinho da vadia tarada…vem…seu corno safado!
Amanda fez sinal com a mão e toda tesuda disse:
-vem logo…meu corninho…me chupa todinha…quero gozar assim…vem…lamber sua esposa putinha!
Fiquei por segundos estático sem esboçar nenhuma reação…mas o macho pauzudo elevou o tom de voz e disse:
-vem logo seu corno safado…to mandando você ajoelhar e chupar a buceta da puta…deixa de frescura…senão…vou parar de meter na vadia!
Como um robô fiz o que ele mandou e percebi que ele queria minha submissão total mas isso não me importava e logo comecei a chupar os seios de minha esposa puta que logo sussurrou:
-isso…ahhh…que delicia…uma pica grossa na buceta e uma boca gostosa lambendo meu corpo…ahhh!
Quando desci meus lábios e toquei minha língua no seu grelinho vermelho e todo inchado ela gemeu alto dizendo:
-ahhh…assim…chupa…meu grelinho…que quero gozar assim…chupa…a buceta da tua puta corninho!
Ela se contorceu como uma cobra e gozou copiosamente e o safado pauzudo fez com que sua pica toda babada escapasse da bucetinha da minha esposa e batesse em meu rosto. Amanda rapidamente se espetou na pica grossa de novo, mas notei que Marcus a todo instante tirava a pica grossa da bucetinha fazendo-a deslizar pela minha boca. Apesar de no começo achar estranho logo o tesão tomou conta da mim e nem me importei mais em sentir de vez em quando aquela pica negra babada tocar meus lábios. Amanda teve gozos copiosos e intensos transando daquele jeito…seu grelinho estava enorme e inchado de tanto que chupei. Marcus então colocou-a de 4 na beira da cama ao meu lado e passou a meter como uma cavalo na minha putinha tesuda dizendo:
-rebola esse rabo sua vagabunda…vou arrombar essa buceta…dá gostoso pro teu macho…mostra pro teu corninho que vc adora pica grossa nessa buceta gostosa…você vai viciar na minha pica sua vagabunda…rebola…esse rabo…vou te encher de tapas…pra mostrar que vc tem dono agora vadia!
Ele aplicava tapas fortes na bunda branca da minha esposa sem dó e a safada nem se importava e rebolava cada vez mais e então deu um grito e gozou se convulsionando inteiramente.
Ela caiu de bruços na cama e Marcos voltou a se sentar na poltrona como se fosse um rei negro com aquele pauzão enorme e duro. O safado com certeza sabia se controlar e só iria gozar quando quisesse.
Ali do lado olhei pra bunda de Amanda toda vermelha de tapas e dei um sorriso de satisfação.
Ela se levantou toda molinha e então Marcus disse:
-vai tomar um banho sua puta…lavar essa buceta…tá molhada demais…depois vou te comer de novo!
Ela saiu rebolando como uma puta em direção ao banheiro e então me levantei pra pegar alguma bebida no frigobar mas sem entender como aconteceu acabei tropeçando nos pés esticados de Marcus me desequilibrei a acabei caindo de costas bem no colo do macho pauzudo!
Foi incrível mas aquela pica grossa e toda babada ficou encaixada certinha no meu reguinho e foi então que todo nervoso tentei me levantar rapidamente mas como as coxas do Marcus eram grossas meus pés não tocavam o chão fiquei me mexendo todo em seu colo querendo ficar em pé e foi então que o safado me segurou firme pelos quadris e encostando sua boca no meu ouvido sussurrou:
-calma Fabinho…não precisa ficar nervoso…só porque sua bunda gostosa ficou encaixada na minha pica! Calma que se vc se mexer muito…a cabeça da minha pica vai acabar achando a portinha de seu cuzinho…e se isso acontecer…não vou deixar vc levantar…eu adoro bunda gostosa igual a sua…corninho safado!
Fiquei paralisado com o que estava acontecendo e quando me dei conta senti as mãos fortes daquele safado deslizando pelas minhas coxas e então ele pegou no meu pinto duro como aço e colando seu peito em minhas costas sussurrou em meus ouvidos:
-não precisa se levantar tão rápido…acho que você está gostando de sentir minha pica na sua bunda né seu corninho…acho que você tá querendo sentir o mesmo prazer que sua esposa putinha…você quase colocou meu pau na boca quando estava chupando a vadia…garanto que ia adorar mamar na pica do teu macho…vou te comer também… também tá precisando de um macho seu safadinho…rebola essa bunda na minha pica…eu sei que você quer! Você também vai virar menina…na pica grossa do teu macho…da pra mim bem gostoso…que vc vai adorar ter uma pica grossa nesse cuzinho!
Como se fosse uma pena ele me levantou um pouco e todo tarado encaixou a cabeça daquele pauzão na entrada do meu cuzinho virgem e todo tesudo sussurrou:
-vem…solta o corpo…minha pica vai entrar toda em você…quero ser teu macho também…dá pra mim…to louco de vontade de comer esse cuzinho gostoso…to sentindo seu cuzinho piscar na ponta da cabeça da minha pica…relaxa que você vai adorar…se entrega….de vez! Quero que você seja minha fêmea também!
Nem sei nem explicar o tanto de tesão que senti tendo aquele pau enorme no anelzinho do meu cuzinho virgem e não consegui segurar um gemido alto de prazer e o safado então me puxou forte e a cabeça de seu pauzão pulou dentro do meu cuzinho. Senti um calor intenso me queimando de tanto prazer. Dei um gritinho denunciando todo meu desejo e não consegui segurar um gozo como nunca havia sentido. Não fazia nem 15 minutos que havia gozado mas dessa vez o gozo era muito diferente. Ter a cabeça quente daquele pauzão dentro do meu cuzinho virgem era uma loucura fantástica e Marcus quando sentiu meu cuzinho piscar que nem louco gozando aproveitou e me puxou com firmeza de encontro ao seu ventre. Em segundos aquele pauzão enorme e grosso estava inteirinho dentro de mim…seu púbis estava colado na minha bunda e ele todo macho sussurrava me abraçando forte por trás.
-humm…Fabinho…que cuzinho gostoso e apertado tem meu viadinho…isso…goza gostoso…viadinho…teu macho tá inteirinho dentro de você …agora seja minha fêmea e rebola essa bunda gostosa…dá…pra mim…rebola…no colo do teu macho!
A partir daquele instante tudo passou a ser só prazer e todo entregue rebolei como uma puta no colo daquele macho pauzudo. Logo ele me levantou e colocou de 4 na beira da cama e fez o mesmo que tinha feito com minha esposa puta…passou a meter com força no meu cuzinho todo arrombado. E o safado me tratava como uma puta…enchendo minha bunda de tapas e todo tarado dizendo:
-rebola…seu viadinho corno…rebola na pica do teu macho…vou te viciar na minha pica…seu safado…tava querendo um macho engatado nesse rabo…né seu safado…rebola…viadinho corno!
Nem sabia como eu aguentava aquela tora no cu e sem nenhum pudor rebolei que nem louco com aquele macho engatado no meu cuzinho me fodendo com força. Eu só gemia de prazer e não demorou muito pra meu corpo tremer por inteiro e gozar novamente. Era um gozo pelo cu…meu pintinho estava completamente mole e encolhido…era o terceira gozo da noite e quase não saiu porra…meu saco não conseguia produzir mais sêmen.
O macho pauzudo continuava com seu mastro enorme em riste e imponente sem ter gozado e então ele me deu um tapinha na bunda e sorrindo disse:
-vamos tomar um banho viadinho…pra dar uma refrescada…sua esposa putinha nem voltou para o quarto…deve estar relaxando na hidro!
Um pouquinho constrangido olhei pra aquele pauzão duro enorme e dando um sorrisinho disse:
-nossa Marcus…vc é muito tarado…arrombou meu cuzinho virgem…nem acredito que isso tudo ai coube na minha bundinha…nossa…agora que to olhando no espelho é que to vendo que minha bunda está toda vermelha dos tapas que vc deu!
Ele todo safado me abraçou por trás e aquela pica majestosa toda melecada ainda deslizou entre minhas nádegas e ele todo safado deu uma mordidas no meu pescoço dizendo:
-Fabinho…deixa de ser fresco senão vou te dar uns tapas de verdade…nunca comi um viadinho tão tesudo que nem você…tava louco de vontade de ser enrabado…só coloquei a cabeça da minha pica no teu cuzinho e você gozou na hora…e depois sentou na minha pica grossa sem medo até o talo…gemendo de prazer…você nasceu pra levar uma pica grossa que nem a minha…rebolou como uma puta…e tenho certeza que toda semana vai ligar pra mim…querendo dar gostoso…e vou adorar ser teu macho!
Nem falei mais nada e entramos no banheiro enorme do motel.
Ficamos os 3 na banheira de hidromassagem durantes alguns minutos curtindo a água massageando nossos corpos. Marcus ficou no meio e Amanda com uma puta toda submissa já ficou pegando no pauzão grosso do nosso macho e toda safada disse:
-nossa…esse pauzão não fica mole nunca…acho que vai querer comer de novo a bucetinha inchada da putinha né…seu tarado?
Marcus todo dominante disse:
-claro que sim…vou deixar essa bucetinha arrombada…sua vagabunda…pra você se lembrar da minha pica e ligar pra mim implorando pra ser comida pelo teu macho…vamos voltar pro quarto…brincar mais gostoso ainda…vamos meter a noite inteira!
O que aconteceu depois só vou contar para os tarados de plantão da próxima vez!

Comentários

Postagens mais visitadas